Ao longo dos últimos tempos tem havido um debate acerca da nova geração de modelos. Será que profissionais como Kendall Jenner podem ser consideradas referências na indústria à semelhança das suas congéneres dos anos 1990?

É esta a pergunta que várias pessoas colocam e a qual Kendall comentou durante uma entrevista com a Harper’s Bazaar. “Não trabalhamos menos do que as modelos dos anos ‘90 quando eram novas”, afirmou. Contudo não teve medo em admitir que “as redes sociais obviamente têm um grande contributo na diferença [da indústria da moda]”, sublinhou.

“Já falei sobre isso com diferentes mulheres, como a Cindy Crawford, que está nisto há muito tempo. Muitas pessoas pensam, ‘oh, agora é muito mais fácil porque existe Instagram. Já nem precisam de agência. Mas isso não é verdade”, referiu.

A modelo de 22 anos, que já teve a oportunidade de desfilar para marcas como a Balmain, Chanel ou Marc Jacobs, garantiu que trabalha com a mesma intensidade. “Continuo a ter de fazer castings, e a conhecer fotógrafos. Ainda tenho de fazer muito para sair do lugar em que me encontro. Não há um passo que não tenha que dar apenas porque estou nas redes sociais. Continuo a trabalhar 12 horas por dia, às vezes 24 horas”, defendeu.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.