Kanye West é o mais recente protagonista da revista GQ norte-americana, edição para a qual abriu o livro da sua vida sobre os aspetos mais íntimos e mediáticos. O alcoolismo foi um dos tópicos e o rapper não se inibiu de transparecer que enfrentou fases muito duras.

"Um dia estava no meu escritório a trabalhar numa coleção de moda e estava uma garrafa de vodka no frigorífico, olhei e pensei: 'Não me vais vencer hoje'. Esta frase é como uma tatuagem", relatou.

Ao constatar que enfrentava o vício, Kanye West obrigou-se a contrariá-lo e faz já algum tempo que não consome álcool: "Não bebo desde que percebi que tinha de cuidar disto dia após dia".

E rematou, afirmando que esta foi uma luta maioritariamente solitária, uma vez que ninguém à sua volta se apercebeu: "Nunca me disseram: 'És alcoólico' (...) Chamavam-me de louco, de tudo, mas não me chamavam de alcoólico. E eu bebia sumo de laranja com vodka de manhã".

Leia Também: Kanye West ajuda instituições de caridade perante pandemia

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.