Leo Dias, um dos jornalistas mais conhecidos do Brasil, fez grandes revelações relativas à sua vida no Instagram. O profissional, cuja área de trabalho são as celebridades, confessou ser viciado em cocaína e sexo.

"Desde as primeiras notícias envolvendo Fábio Assunção por consequência de sua dependência química, eu me privei de falar. Não por ter a mesma doença. Simplesmente porque é uma doença", começou por dizer.

"E até que chegou o meu dia de ser o alvo. (...) Na terapia aprendi que a cocaína sempre se associa a algo para viciar mais: muitos associam o álcool à cocaína, outros o trabalho, outros (como eu) ao sexo. É isso é gravíssimo".

"O grande perigo da cocaína é que ela é facilmente adaptável em vários ambientes, diferentemente de outras drogas. É preciso se reeducar sexualmente. A minha terapeuta, por exemplo, sugeriu um ano sem sexo, sem vídeos pornográficos e afins", relatou.

"Enfim, eu expliquei em detalhes para sacramentar que isso é uma doença. Doença da mente, por isso muitos associam com a falta de caráter. Falta de caráter e expor detalhes sórdidos de algo que me envergonha profundamente", continua.

Leo diz ainda que um vídeo seu que o comprometia foi publicado nas redes sociais e que aí chegou a pensar em colocar um fim à vida por vergonha.

Eis a publicação:

Leia Também: Diogo Amaral sobre o vício em drogas. "Eu tenho uma doença"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.