João Mota foi o entrevistado de hoje do programa 'Alta Definição', na SIC. A conversa com o ator - que atualmente integra o elenco da novela A Serra' -, foi profunda, onde este mostrou o seu lado mais pessoal e o que foi aprendendo ao longo do seu crescimento enquanto ser humano.

Neste sentido, o artista lembrou os tempos em que era mais fútil e pensava no lado mais material da vida, algo que ficou para trás.

"Corria para o que dava mais dinheiro, nunca me questionava sobre o trabalho que me preenchia verdadeiramente. Graças a Deus que acordei", nota, referindo que tem orgulho no seu percurso e que agradece às pessoas que sempre se mantiveram ao seu lado.

"Era tudo inseguranças, porque eu não aproveitava nada da vida. As coisas mudaram porque passei a aproveitar o que realmente era importante. Tinha um ego e tive de destrui-lo de alguma forma. Estava sempre preocupado com a aparência - claro que isso é importante - mas não te pode tirar do momento", notou.

As relações amorosas na vida de João Mota

Atualmente num relacionamento, embora se mantenha bastante discreto quanto ao assunto, João Mota explicou a forma como encara esse lado da sua vida.

"Aprendi que não há relações para sempre, mas há pessoas para sempre, nas memórias, naquilo que imprimes no outro. O mais difícil é construir o amor, não há amores à primeira-vista, isso é paixão. Há que ceder em algumas coisas, não mudar a tua essência, mas seres flexível e moldares-te às circunstâncias. Se essa desconstrução for sólida, então amar e ser amado é fácil", afirmou.

Note-se que manteve uma relação com a atriz Mariana Monteiro, que terminou em 2019.

Leia Também: João Mota recorda "irmão" um ano após a sua morte

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.