Ao contrário do que sucede com muitos artistas, nacionais e internacionais, que viram os seus rendimentos mensais diminuir drasticamente com o surto pandémico de COVID-19 que impôs novas regras ao mundo, Jason Derulo não tem sentido qualquer aperto financeiro. Com mais de 28 milhões de seguidores no TikTok, o cantor, compositor e bailarino norte-americano é uma das celebridades mundiais mais seguidas nesta rede social, à frente de estrelas como Dwayne Johnson, Camila Cabello e Selena Gomez.

Segundo a imprensa internacional, o artista de 30 anos é a décima-quinta figura pública mais popular desta plataforma digital e já está a tirar partido disso. "Pagam-me bem mais do que 75.000 dólares [65.000 euros] por cada vídeo que publico", assumiu o intérprete de sucessos globais como "Swalla" e "Talk dirty" em entrevista ao site Complex. "Para mim, tem tudo a ver com criação e eu adoro criar coisas a partir do nada. As pessoas começaram a chamar-me rei do TikToK e a pressão aumentou", desabafa.

"Decidi, então, começar a usar essa coroa, assumindo um papel de líder para apoiar os jovens criadores que ainda não têm muitos seguidores e também os maiores influenciadores digitais. O TikTok tem uma comunidade grande e bela que o Instagram e o Snapchat, na minha opinião, não têm", considera Jason Derulo. No início deste ano, o artista não quis renovar o contrato que tinha com a editora discográfica Warner Records. "Ele quer fazer as coisas à maneira dele", assegura uma fonte próxima do cantor.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.