James Corden foi banido do Balthazar, um famoso restaurante francês em Nova Iorque. Quem divulgou a informação foi o proprietário, Keith McNally, que nas redes sociais descreveu os comportamentos inapropriados do humorista durante as visitas ao seu estabelecimento.

"James Corden é um comediante muito talentoso, mas um pequeno cretino", começou por dizer. "O cliente mais abusivo de todos os que já vieram ao Balthazar desde que o restaurante abriu há 25 anos", acrescentou, antes mesmo de relatar o que aconteceu.

McNally explicou que as situações infelizes que envolvem Corden se repetiram. Numa das vezes, a figura pública terá mostrado um cabelo a um dos empregados, exigindo uma "rodada de bebidas" sob pena de escrever uma nota negativa acerca do restaurante.

Numa outra ocasião, um dos empregados entregou a James um prato com batatas, no lugar da salada que ele havia pedido. "Não consegue fazer o seu trabalho! Talvez deva ir eu para a cozinha e fazer a minha omelete", atirou, citado por Keith McNally.

Horas mais tarde, também nas redes sociais, o proprietário do restaurante revelou que, depois de fazer esta partilha, recebeu um pedido de desculpas de Corden, que decidiu aceitar. "Está tudo perdoado", notou.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.