A modelo e empresária Filipa de Castro, proprietária do espaço do restaurante “Clube Divinal”, explorado pelo casal Mónica e Rubim, acaba de colocá-lo à venda no Facebook, à revelia dos inquilinos.

Filipa sustenta que Mónica e Rubim se comprometeram a comprar “aquilo ao fim de um ano” e que, passados quase três, “está tudo na mesma”.

“Eles vão dizendo que ainda não têm resposta do banco…”, afirma Filipa de Castro, que se mostra farta de esperar.

A senhoria afirma ainda que Mónica e Rubim terão sempre “a opção de compra, mas se outra pessoa comprar o restaurante eles terão que sair”.

Já Rubim tem outra versão dos factos: “Estou cansado desta história. Nós temos um contrato de cinco anos e não existe nenhuma cláusula de obrigatoriedade de compra ao fim de um ano. Isso é falso. Já consultámos vários bancos, mas nenhum deles avalia o imóvel pelo valor que eles pedem”, afirma o empresário.

E conclui refutando as afirmações de Filipa de Castro sobre a obrigatoriedade de ele e sua mulher terem de sair se o espaço for vendido a outra pessoa: “Isso é o que vamos ver. Terei sempre opção de compra ou tenho que ser indemnizado”, sublinha Rubim.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.