Foi a 20 de novembro de 2013 que Paul Walker morreu. O ator seguia no lugar de passageiro do Porsche AG, conduzido por Roger Rodas, que se despistou em Santa Clarita, na Califórnia. Os dois homens morreram neste acidente.

O pai de Paul Walker processou ainda em 2013 os herdeiros de Roger Rodas e agora um tribunal decretou o pagamento de uma indemnização.

Em causa estão 10,1 milhões de dólares (cerca de nove milhões de euros), que ficarão num fundo em nome de Meadow Walker, a filha do ator, atualmente com 17 anos.

“O valor a pagar cobre apenas uma fração do que o pai de Meadow Walker teria ganho como estrela de cinema”, defendeu o advogado, Jeff Milam, citado pela People.

Além deste processo, há um outro processo a decorrer relacionado com a morte do ator, este envolvendo a Porsche. A viúva de Paul Walker, Kristine, perdeu recentemente um processo que apresentou contra a marca por falhas de segurança mas Jeff Milam deverá dar seguimento a este processo, na tentativa de conseguir indemnizaçação por parte da Porsche.

Recorde-se que o veículo em que seguia Paul Walker acabou por se incendiar depois de ter embatido num poste. A polícia norte-americana revelou na altura, que o carro estaria a circular a uma velocidade entre os 128 a 150 km/h.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.