Foi há um ano que, no dia 14 de setembro de 2020, Marta Rangel descobriu que estava grávida pela primeira vez. O dia é recordado com emoção pela antiga participante de 'Casados à Primeira Vista'.

"Foi há exatamente um ano. Tinha o período atrasado cerca de duas semanas e andava muito enjoada. Mas estava longe de imaginar que pudesse estar grávida. Porquê? Porque, supostamente, não era possível", começa por revelar.

"Há três ou quatro anos, fiz análises para avaliar a minha reserva ovárica porque ponderava fazer a criopreservação dos óvulos (ou seja, guardar óvulos no 'congelador' para utilizar mais tarde, quando quisesse engravidar). O resultado foi um balde de água fria: para a minha idade deveria ter um valor de 1. Mas tinha 0,02. Repeti a análise no ano passado e o resultado foi ainda pior", confessa, dando conta de que após as palavras da sua ginecologista quase perdeu a esperança.

"Nunca mais me esqueço: a 11 de Março, dia em que foi decretada, oficialmente, a pandemia pela OMS, a minha ginecologista disse-me que seria muito difícil engravidar. Não era impossível. Mas ia depender muito de vários fatores como a fertilidade do pai, o momento da minha ovulação, várias tentativas, etc", recorda.

Perante o diagnóstico que tinha recebido meses antes, Marta encontrou muitas possíveis explicações para aqueles que eram já os primeiros sintomas da gravidez.

"Portanto, achei que o atraso no período era normal devido à irregularidade dos meus ciclos e que as náuseas eram sintoma de ansiedade por estar com menos trabalho devido à Covid. Como valorizo tanto a saúde física como a mental/emocional, marquei consulta com uma psicóloga (e gostei tanto que nunca mais larguei a psicóloga Ana Correia)", conta a antiga participante do programa da SIC, que só após ser aconselhada pela amiga Lara Afonso resolveu fazer um teste de gravidez.

"Ela foi à farmácia, comprou uma caixa com dois testes, deu-me e seguiu para um compromisso. Faço um teste e, passados segundos, pumba! Pensei:

- Ah, não pode ser! Estou a ver mal de certeza!

Fui ler as instruções e não estava a ver mal. Ligo à Lara, já a chorar, enervada.

- Lara, deu positivo. Não estou a acreditar! E agora?
- Ai, f#d@-€&! Vou já para aí", cita Marta, lembrando o diálogo com a apresentadora.

O segundo teste voltou a dar positivo, mas só quando ouviu no dia seguinte o coração do bebé a bater o mundo de marta mudou.

"O que parecia difícil era agora possível. Aquilo de que eu, praticamente, já tinha desistido, era agora realidade. A vida tem o tempo dela. Talvez só nos dê quando estamos preparados. Talvez não dê algumas coisas porque tem algo melhor reservado. Às vezes, é difícil confiar num tempo diferente do nosso. Às vezes, é difícil aceitar que os sonhos nem sempre se concretizam como (ou quando) idealizámos. Mas uma coisa é certa: sou grata pela Caetana todos os dias da minha vida", termina.

Leia Também: Marta Rangel do 'Casados' candidata-se a vagas na CNN Portugal

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.