"Emily in Paris", protagonizada pela atriz e modelo britânico-americana Lily Collins, filha do cantor, compositor, instrumentista, produtor discográfico e ator inglês Phil Collins e da atriz americana Jill Tavelman, é uma das séries de sucesso da plataforma digital de distribuição de conteúdos americana Netflix da atualidade e, graças a ela, Edith Piaf, cantora, compositora e atriz francesa, falecida a 10 de outubro de 1963, com 47 anos, na sequência de um cancro no fígado, está novamente a ter êxito nos EUA.

A artista, filha de uma cantora e de um acrobata de rua, lidera atualmente a tabela mensal da Billboard que agrupa as canções usadas em produções televisivas produzidas em território norte-americano, com um dos seus maiores êxitos comerciais. No último mês, o single "Non, je ne regrette rien" foi ouvido 687.000 vezes em streaming e foi descarregado pelos internautas cerca de 4.000 vezes. A canção, composta em 1956 por Michel Vaucaire e Charles Dumont, foi gravada originalmente em novembro de 1960.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.