Ed Sheeran, que hoje já conta com quatro Grammies no currículo, foi em tempos uma criança sem muita esperança no futuro. O cantor revelou, numa entrevista concedida ao DJ Nihal e ao rapper Dave, que era constantemente gozado em pequeno pela cor do seu cabelo, por ser gago e usar óculos.

Sheeran contou até que o bullying de que era vítima fazia com que chegasse a casa em lágrimas todos os dias. “Odiei os meus tempos de escola. Chorava todos os dias”, descreveu. Contudo, tudo isto terá ajudado o artista a ser quem é hoje em dia.

A dada altura, e já depois da fase do ensino secundário, onde fez parte de diversas bandas, Ed Sheeran seguiu o próprio caminho e começou a dar concertos em nome próprio. Os fatores que antes faziam dele um alvo fácil para as críticas foram, curiosamente, os mesmos que o ajudaram a alcançar a fama que detém.

“Sempre olhei para o meu percurso como atribulado e atrapalhado, sobretudo porque nunca tive muita sorte com as raparigas e tinha jeitos diferentes dos outros. Quando comecei a dar concertos, as pessoas descreviam-me como 'aquele miúdo ruivo com uma guitarra pequena', e eu comecei a ser lembrado por isso, até que a minha imagem se tornou uma memória para aqueles que me viam. Hoje em dia, aquilo que digo aos mais novos é sempre o mesmo: É bom ser-se diferente e estranho”, rematou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.