Quatro homens foram detidos por, alegadamente, fazerem parte de um grupo de tráfico de drogas que vendeu as substâncias que levaram à overdose, e consequente morte, do ator e produtor Michael K. Williams, conforme revela um comunicado de imprensa.

Williams, que ficou conhecido pelo seu papel de Omar Little na série da HBO 'The Wire', foi encontrado morto em setembro de 2021, no seu apartamento em Nova Iorque.

Os exames da autópsia acabariam por revelar que o artista perdeu a vida por causa de uma overdose acidental.

Irvin Cartagena, de 39 anos, Hector Robles, 57, Luis Cruz, 56, e Carlos Macci, 70, foram presos esta terça-feira, 2 de fevereiro, acusados de "conspiração por posse e distribuição de fentanil e heroína", indicam os documentos de tribunal.

"Opioides mortais como o fentanil e heroína não querem saber de que és, nem do que conquistaste", disse o advogado Damian Williams no referido comunicado. "Apenas alimentam o vício e levam à tragédia. (...) Continuaremos a responsabilizar os traficantes que empurram este veneno, exploram o vício e causam mortes sem sentido".

A moldura penal para este crime situa-se entre os cinco anos e os 40 anos de prisão.

Leia Também: Revelada a causa da morte de Michael K. Williams

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.