Carolina Deslandes voltou a dar que falar no programa 'Passadeira Vermelha'. Em causa estão declarações da cantora à rádio Mega Hits nas quais revelou que não foi à praia durante três anos por sentir "vergonha" do seu corpo.

Com isto, foi apontada de assumir alguma incoerência uma vez que expõe com regularidade o seu corpo nas redes sociais.

Cláudio Ramos não ficou indiferente ao tema e teceu novas críticas ao discurso da artista.

"Se uma pessoa quer ser conhecida pelo seu trabalho, é nele que se foca. Já disse que é mais inteligente que eu, por isso sabe que se publica uma foto em fato de banho sabe que vai ser notícia", começou por dizer.

"Há uma pessoa que é próxima da Deslandes que diz que ela é boa miúda, mas precisa disto. Inaugurou um blogue, que está morto, para expor a sua vida. Porque era ali que ia buscar dinheiro. Não me venham com histórias que a vida da Carolina é a música", continuou.

Posteriormente, e questionado por Liliana Campos sobre qual seria a solução para acabar com as críticas de que a cantora é constantemente alvo, Cláudio Ramos revelou que a eliminou do Instagram: "Se fechar as redes sociais... Por exemplo, eu já a bloqueei. Não quero que ela veja as minhas coisas nem quero ver as dela, nem quero contacto com ela".

"Uma pessoa que está sentada a ver o programa, que responde a um direto, está no jogo. Ela está em casa à espera de ver aquilo que nós dizemos. Não estou a criticar que faça isto. Critiquei quando ela disse ao Daniel Oliveira que era massacrada pela imprensa. Temos três ou quatro pessoas [em Portugal] que são massacradas, a Carolina Deslandes não é uma delas", rematou.

Leia Também: Carolina Deslandes: "Tenho vergonha que as pessoas me vejam de biquíni"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.