O cantor Tony Bennett foi diagnosticado com doença de Alzheimer em 2016. A notícia é agora revelada e confirmada pela família do músico num novo artigo da revista AARP Magazine.

O diagnóstico surgiu um ano depois de o músico, atualmente com 94 anos, ter revelado os primeiros sinais de perda de memória. Porém, os sintomas só vieram a agravar-se dois anos depois do diagnóstico, enquanto este gravava um álbum com Lady Gaga.

Apesar do seu estado de saúde se ter agravado nos últimos anos, Tony Bennett "foi poupado da desorientação que pode fazer com que os pacientes saiam de casa, bem como episódios de terror, raiva ou depressão".

"Ele está a fazer coisas, aos 94 anos, que muitas pessoas sem demência não conseguem fazer”, conta a Dra. Gayatri Devi, médica de Bennett, à publicação. "Ele é realmente o símbolo de esperança para alguém com um transtorno cognitivo", defende.

Susan Crow, a terceira esposa do interprete de 'Way You Look Tonightt', é a sua principal cuidadora e tem, de acordo com a médica do músico, feito um trabalho extraordinário no sentido de promover a sua qualidade de vida e mantê-lo ativo no que à sua ligação com a música diz respeito.

"Há muitas coisas dele que sinto falta. [...] Ele já não é o velho Tony ... Mas quando ele canta, ele é o velho Tony", declara Susan Crow.

Leia Também: Aos 83 anos, Jane Fonda foi vacinada contra a Covid-19

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.