Marta Gil, de 35 anos, marcou presença na última emissão de 'Cristina ComVida', onde pela primeira vez falou em televisão sobre a sua ida para os Estados Unidos da América e o regresso inesperado a Portugal.

Marta resolveu "mandar-se" à procura do sonho e embarcar numa nova aventura: viver nos Estados Unidos da América.

"Vendi tudo o que tinha e que não tinha, carro, casa", conta a atriz, que agora faz parte do elenco da novela 'Festa é Festa'.

Porém, o sonho terminou quando todas as produções das quais fazia parte foram canceladas devido à pandemia da Covid-19. Marta decidiu então que era o momento de deixar Los Angeles e regressar a Portugal.

Sem casa e sem trabalho, a atriz viveu os primeiros tempos com o dinheiro que tinha trazido dos EUA... e quando o dinheiro acabou, arregaçou as mangas e procurou emprego mesmo fora da sua área.

"Em dezembro fui trabalhar para um quiosque nas Amoreiras", conta, assumindo que fez este trabalho sem vergonha.

"Eu nunca tive vergonha de trabalhar, aqui em Portugal há muito essa mentalidade, nos Estados Unidos qualquer ator trabalha num restaurante", defende, garantindo nunca se incomodou de ser reconhecida quando trabalhava como vendedora.

"Essa coisa de termos de ser uma coisa para o resto da nossa vida é super injusto e é super pequeno pensar assim. Se naquela altura eu precisava de dinheiro e aquele era o trabalho que havia... eu fui trabalhar", completa.

Leia Também: Pedro Alves sobre 'Festa é Festa': "Estar em 1.º é mais desafiante"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.