Ricardo Araújo Pereira foi um dos autores da rubrica da TVI exibida entre setembro e outubro. E numa entrevista ao Diário de Notícias, o humorista mostrou-se muito satisfeito com o resultado.

"Aquilo só se aguenta porque é divertido estarmos juntos. A nossa vida era chegar às 09.00 à TVI, estar lá até ao final do programa, tirar fotografias com o público, chegar a casa às 22.30 e ainda dar uma vista de olhos nas notícias para saber se apanhamos alguma coisa. Sei que os mineiros sofrem mais, mas isto é complicado. Sobretudo num trabalho criativo, que implica ter a cabeça fresca para o dia seguinte. Fazer isto com uma equipa que se dá mal seria mais complicado", afirmou Ricardo.

O comediante também falou sobre os convidados do programa, que lhe proporcionaram muitas 'aventuras'.

"Os convidados iam, sem dúvida, mais bem preparados do que eu. Fala-se no programa como uma mistura de informação com entretenimento, e não tenho intenção de me defender dessa acusação - até porque não há nada para me defender", acrescentou.

Relativamente ao futuro dos Gato Fedorento, Ricardo Araújo Pereira afirma não sabe o que poderá vir a acontecer, pelo menos em televisão.

"Nós continuamos com o interesse da TVI para prosseguirmos, mas nesta fase temos que descansar um bocadinho", afirma.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.