Andreia Rodrigues fez esta segunda-feira, dia 24, uma das revelações mais difíceis da sua vida: a apresentadora sofreu dois abortos antes de ser mãe da pequena Alice.

No seu blogue - ‘Coisas Nossas’ - a apresentadora partilhou com os seus leitores parte da história, explicando em primeiro lugar o motivo pelo qual o decidiu fazer.

“Não faço esta partilha como alguém que tem uma profissão pública, mas como mãe, mulher, que sofreu duas situações de aborto e que sentiu receio que os olhares dos outros devolvessem piedade ou comiseração. Acreditei que, ao saber-se, me acusariam de ser frágil e incapaz (que tolice a minha!), como se isso pudesse amputar a minha feminilidade”, sublinha.

Posteriormente descreve como ocorreram ambas as situações: “Uns meses depois, o teste positivo chegou, a felicidade foi imensa. Fiz uma surpresa ao Daniel para lhe revelar a boa nova, escondi o telemóvel e filmei-nos abraçados e felizes. Nos dias seguintes, tirámos a primeira foto das muitas que iríamos tirar, que nos dessem o 'filme' de todo o processo de gravidez. Foi a única que tirámos. Foram dias, semanas difíceis de gerir, de aceitar”.

Entretanto, continuou: “Um ano depois, a mesma alegria. Ou talvez mais. Agora seria real, a dor da perda estava vencida. Ouvir o coração do nosso bebé foi maravilhoso. Íamos ser pais. Partilhámos com família e amigos a nossa felicidade. Assim foi durante algumas semanas, até à véspera do meu aniversário. Foi aí que soube, pela segunda vez, que o meu bebé já não tinha vida. Era precoce – não tinha 3 meses – disseram-me que ainda não era um bebé, não o devia ver como tal… mas era, eu já o tinha sonhado, eu já nos tinha sonhado: a nossa vida”, lamenta.

O momento foi de profunda dor para Andreia quando deixou de ouvir os batimentos cardíacos do seu bebé: “Eu já era mãe e deixei de o ser. Na sala, tal como da primeira vez, o silêncio cortava e o nó na garganta não me deixava dizer muita coisa, nem era capaz de chorar… a vida mais uma vez puxou-me o tapete, mas eu não podia cair. O Daniel amparou-me, deu-me colo e só em casa desabei e me perdi em lágrimas”.

Atualmente, mãe da pequena Alice, fruto do relacionamento com Daniel Oliveira, Andreia não podia sentir-se mais completa: “Hoje quando os nossos olhos se encontram e ela me sorri, percebo que tinha de viver o que vivi para a Alice fazer parte das nossas vidas. Tinha de ser ela. Estávamos guardadas uma para a outra. Ela nasceu e eu nasci também! http://coisasnossas.pt/tinha-de-ser-assim-para-ser-assim/.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.