Ana Catharina e Diogo Reffóios Cunha, ex-concorrentes do reality show da TVI "Big Brother 2020", apresentado por Cláudio Ramos, estão separados. Em meados de setembro, quando a terapeuta viajou para o Brasil, nada (lhe) fazia prever este desfecho mas, no regresso a Portugal, percebeu que o afastamento físico tinha sido prejudicial para a relação do casal. "Quando alguém cativa uma pessoa, fica emocionalmente responsável por ela", desabafou a brasileira num vídeo que publicou nas redes sociais.

"Agora, quando [essa pessoa] se envolve contigo, apresenta-te a família, fala em casamento, o sexo é maravilhoso, estão sempre os dois, [ele] fala em irem morar juntos, têm ideias comuns, ele diz-te que gosta muito de ti e cativa-te emocionalmente... Quando tens esse tipo de relacionamento e, de repente, essa pessoa dispensa-te, como se fosse um motorista de táxi, estamos perante uma situação de falta de compromisso", lamenta a ex-namorada do modelo, DJ e ator brasileiro Jesus Luz, que namorou com Madonna.

As confissões de Jéssica Antunes após abandonar o "Big Brother - A Revolução". "Só me arrependo de uma coisa"
As confissões de Jéssica Antunes após abandonar o "Big Brother - A Revolução". "Só me arrependo de uma coisa"
Ver artigo

A terapeuta brasileira e o gestor de marketing digital português apagaram entretanto as fotografias apaixonadas que tiraram durante a viagem de autocaravana que fizeram pelo país durante o verão mas, nas redes sociais, são muitos os desabafos de Ana Catharina. "Tudo passa", acredita a praticante de ioga. "Tudo é impermanência. Não importa se o momento é maravilhoso. Vai passar. Não importa se é um momento turbulento, também vai passar. A vida é movimento. Lutar contra a impermanência causa sofrimento", considera a ex-concorrente do reality show da TVI. "Hoje, não perco mais [o] meu tempo. Aprendi a ligar-me apenas a seres que vibram na mesma frequência que eu", confidencia.

"Tinha planos, muitos planos", revela. "O universo mostra-me sempre o melhor caminho, mesmo que não seja aquele que eu desenhei na minha mente. Leva-me sempre para onde eu tenho que estar. Põe, tira e recoloca pessoas na minha estrada, mas eu admito que [o] meu peito aperta e [que] as lágrimas correm", desabafa a brasileira. "Agora é hora de navegar, de lutar [e] de trabalhar. Atravesso mais uma vez o oceano sozinha com o coração cheio de saudade e o olhar repleto de esperança", partilhou.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.