Piracicaba, uma cidade brasileira localizada a cerca de duas horas de carro de São Paulo, vai receber o primeiro parque temático sexual do mundo. O original empreendimento, que abre portas em 2018, vai ter uma série de diversões atrevidas, como é o caso de carrinhos de choque em forma de órgãos sexuais, uma sala de cinema 7D com bancos vibratórios, uma piscina para nudistas e o comboio do prazer, que terá como funcionários gogo girls and boys.

De acordo com o The New York Times, a entrada no Erotikaland custará à volta de 100 dólares, cerca de 80 euros. À disposição dos visitantes estará também uma loja de brinquedos sexuais e de produtos afrodisíacos. Apesar do caratér sexual do espaço e dos empregados promoverem o uso do preservativo, não é permitido ter sexo dentro do parque. As pessoas que se entusiasmarem podem, contudo, reservar um quarto no motel que integra o complexo de diversão.

Outro dos pontos de interesse do espaço, que vai criar 250 postos de trabalho diretos, é o museu que vai explorar a história da sexualidade mundial. «Não vai ser um sítio para freiras mas também não vamos recriar Sodoma e Gomorra», asseguram os promotores do empreendimento. Matheus Erler, vereador local, eleito pelo Partido Social Cristão, é já um dos maiores críticos da obra. «Não queremos ser conhecidos como a capital do sexo», diz.

Primeiro parque temático sexual do mundo abre portas em 2018

Texto: Luis Batista Gonçalves

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.