A artista polaca combina na perfeição a pintura com a fiação, sempre com a intenção de sensibilizar as gerações mais jovens para que não deixem cair as tradições e culturas. Portugal, que faz parte do ‘atelier’ de NeSpoon, é um país com fortes costumes nos trabalhos em rendas e bordados, por isso não poderia ficar de fora deste roteiro artístico.

Sempre em lugares públicos - à vista de todos - as fachadas ou paredes adornam-se com obras de fiação, que se agarram aos corredores e às árvores como se fossem enormes teias de aranha.

NeSpoon cria padrões inspirados, por exemplo, em fabricantes de rendas francesas como Brigitte Lefebvre e Thérèse Lemoine, revestindo as paredes com spray e jogos de sombras, que os fazem ganhar volume e tridimensionalidade.

“Acho que posso classificar o meu trabalho como algo que combina arte de rua, cerâmica, pintura e escultura. Gosto de lidar com emoções positivas, como felicidade, segurança, beleza, gratidão, generosidade e humildade”, afirma a artista.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.