As folhas muito finas desta planta, muito usada em composições decorativas, emergem do centro e formam uma espécie de esfera. Esta disposição de folhas redobra a sua beleza quando as pontas ficam avermelhadas, anunciando a iminente floração. Quando surgem, as flores da Tillandsia andreana, uma planta delicada, são tubulares, de um cor laranja forte, o que faz um contraste bonito com as folhas. Esta pequena variedade botânica litófita já é muito difícil de encontrar no seu habitat natural, a Colômbia e a Venezuela.

Ao contrário de outras, esta não é uma Tillandsia muito fácil de manter, uma vez que aprecia ambientes com muita luminosidade. Tenha, no entanto, atenção, pois podem ocorrer queimaduras nas pontas das folhas se a humidade do ar não acompanhar o aumento da temperatura. É uma planta sensível ao frio, não tolerando temperaturas abaixo dos 8 ºC, pelo que a localização desta variedade botânica deve ser muito ponderada para garantir um crescimento harmonioso e um desenvolvimento efetivo.

A Tillandsia andreana, da família das Bromeliaceae e da subfamília Tillandsioideae, com mais de 400 espécies, tem ainda uma curiosidade particular. O nome desta planta, que habita nas árvores, homenageia Édouard François André, um conceituado explorador e arquiteto paisagista francês que nasceu em 1840 em Bourges e morreu em 1911 em La Croix-en-Touraine. Ficou conhecido por desenhar parques públicos na Europa e na América do Sul. Está enterrado no imponente cemitério de Montmartre, em Paris.

Tillandsia andreana. Uma planta área delicada que homenageia um arquiteto paisagista que também foi explorador

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.