Sabe qual é a semelhança entre as camélias, as hortênsias e as azáleas ? Todas elas são plantas acidófilas. "Necessitam de um substrato ácido para se desenvolverem em boas condições. Isto porque, nas suas regiões de origem, os substratos têm um pH ácido. Para termos sucesso na plantação destas plantas, temos de lhes dar o substrato e a fertilização de que necessitam, quer seja em vaso quer seja no jardim", esclarece Teresa Chambel.

"Se estiver a pensar plantar qualquer uma delas no seu jardim, deve fazer uma cova com mais cinco centímetros do que o torrão. Se o solo do seu jardim não for ácido, coloque substrato para acidófilas no fundo da cova. Se for ácido coloque só adubo, cerca de dois punhados de adubo por arbusto", aconselha a arquiteta paisagista, blogger, autora de livros de jardinagem e diretora da Jardins. "Depois, é incorporar, plantar e regar", refere.

No vídeo que se segue, Teresa Chambel explica, com maior pormenor, como deve proceder. A escolha do vaso adequado é um dos fatores a ter em conta. Para além do material, deve ser de barro, também é preciso ter em conta a dimensão adequada. "Tem de ter, pelo menos, entre 30 a 40 centímetros de altura para que o sistema radicular se desenvolva em boas condições", alerta a autora do livro "Um jardim para cuidar".

Escolhido o vaso adequado, é só seguir as recomendações. "Comece por colocar no recipiente uma camada de argila expandida Leca, seguida de uma manta geotêxtil e de substrato para plantas acidófilas", recomenda a diretora da revista Jardins. "De seguida, retire a planta do vaso onde está, libertando as raízes para estimular o enraizamento. Coloque, depois, a planta no vaso e preencha o restante espaço com o substrato", refere.

"Calque o o substrato para que este adira à raiz, o que ajuda no desenvolvimento da planta. Depois, regue abundantemente", aconselha. "Deve fertilizar todas as suas plantas acidófilas que estão em vaso e no jardim. Para isso, distribua entre dois a cinco punhados por cada planta com altura até 50 centímetros e entre três a seis por cada planta maior do que 50 centímetros. Deve fertilizar de três em três meses até ao outono", adverte.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.