Os jasmins são plantas muito presentes nos jardins. As flores brancas, muito ornamentais, encantam muitos. O perfume doce e inebriante é outro dos motivos pelos quais os amantes de jardins se apaixonam por estas plantas. Jasmim é o nome vulgar que designa dezenas de espécies diferentes de trepadeiras de flor aromática. As três espécies mais comuns em Portugal são o Jasminum polyanthum, o Trachelospermum jasminoides e o Jasminum officinalis.

Os cuidados de plantação e de manutenção

Os jasmins são pouco exigentes do ponto de vista do tipo de solos e localização. Conseguem sobreviver em solos pobres e com falta de água, desde que não seja prolongada. Se estiverem demasiado à sombra, a floração da planta será mais escassa. Quanto mais profunda e fértil for a terra, mais vigoroso será o seu crescimento e mais intensa será a floração. Estas variedades de trepadeiras necessitam de um suporte para se agarrarem e, assim, cumprirem a sua função.

Indicadas para cobrir treliças, redes, pérgolas ou muros, desde que encaminhadas por arames, estas plantas são facilmente mantidas em vasos ou floreiras. O jasmim tem de ser controlado com uma poda logo a seguir à floração, dado que é uma planta vigorosa. Se o podar no inverno, irá prejudicar a produção de flores do ano seguinte. Não são muito atreitos a pragas e doenças mas deve estar atento à cochonilha durante o verão e aplicar inseticida ao primeiro sinal.

As variedades mais comuns em Portugal

Estas são as três que os jardineiros profissionais mais destacam:

- Jasminum officinalis

É mais conhecido por jasmim-comum. Floresce na primavera e os seus óleos essenciais são muito utilizados em aromoterapia. O aroma desta variedade de jasmim é descrito como calmante e relaxante.

- Jasminum polyanthum

Conhecido por jasmim-rosa, floresce no início da primavera e possui um grande valor ornamental pela intensidade de floração. Os botões são cor de rosa mas as flores, quando abrem, são brancas e exalam um perfume intenso.

- Trachelospermum jasminoides

É conhecido popularmente por jasmim-estrelado. É o meu jasmim preferido por várias razões. A começar nas folhas verdes escuras e lustrosas que nos invernos mais frios e húmidos ficam avermelhadas, passando pela floração abundante durante os meses de maio e junho e acabando, por fim, num perfume doce e intenso que invade o meu jardim.

Texto: Tiago Veloso

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.