Significado

A Séfira de Binah é chamada de Compreensão. Mas também poderia ser chamada de Concretização ou, ainda , a séfira da Estrutura. Ela completa a Tríade Suprema. A Energia Divina vem pura de Kether, entra no processo de dualidade ainda desorganizada em Chockmach e toma forma em Binah.

Se Chockmach é o princípio da masculinidade cujo símbolo é fálico, Binah é o princípio da feminilidade cujo símbolo é a vagina. Esses dois símbolos definem a bissexualidade da alma. Uma das questões difíceis de entender na Árvore, é o fato de que a qualidade masculina da energia está em Chockmach, no Pilar da Misericórdia, ao passo que, a feminilidade, está no Pilar da Severidade.

Tradicionalmente, a mãe, o elemento feminino é mais ligada à generosidade e ao amor incondicional. Por isso se torna difícil essa compreensão. Porém, se considerarmos o feminino e o masculino como Energia, então essa compreensão ficará mais acessível. A energia de Chockmach é pura vazão e, portanto, sem restrições. Só nesse sentido ela é irrestrita e, portanto, misericordiosa. A feminilidade, ao contrário, é limitada, portanto severa.

Os conceitos de gênero masculino e feminino são insuficientes para descrever esse intercâmbio energético que existe no Universo, e que é mostrado na Árvore da Vida. Binah, como complemento de Chockmach, é o desejo de criar, enquanto Chockmach é quase uma energia expontânea. Se Chockmach representa o Oceano do Inconsciente Coletivo, Binah é o mar a partir do qual surge toda a vida. Binah é a disciplina de organização. No nível mais abstrato, Binah é a Mãe Celestial, assim como Chockmach é o Pai Celestial. Não daria para entendermos uma séfira, sem a compararmos com seu polo oposto. Assim, se Chockmach é a Força, Binah é a Forma.

Mitologia

Na Roma Antiga era Saturno, o deus de tudo o que é concreto, assim como no Mito grego era Chronos, o Tempo, que engole seus filhos. Ambos severos, vão refletir sua organização para os celtas na função disciplinadora de Morgana, irmã do Rei Arthur. Para a Mitologia Egípcia é Nephthis, mas Ísis também é relacionada a essa esfera.

Veja na próxima página a continuação do artigo: Conexão com a Astrologia


Conexão com a Astrologia

É ao planeta Saturno, que representa a forma, a concretização, que coube a tarefa de correlação com Binah no mundo da Astrologia. Este planeta é o regente de Capricórnio, o signo que se associa também à carreira, prestígio e fama. Mas, para isso, vale a experiência, o Tempo.

Características

• Chakra: Nenhum
• Símbolos: A Concha e a vagina
• Imagem Mágica: Uma velha senhora

• Figura Arcangélica: Tzaphkiel
• Experiência Espiritual: A visão da dor

• Nome Divino: Jeovah Elohim
• Atributo: Silêncio
• Vício: Avareza
• Nota Musical: Si
• No Reino Animal: O cabrito montês
• No Reino Mineral: Lápis lázuli, a turquesa e as gemas negras
• No Reino Vegetal: Mirra
• Quanto aos Corpos: Inteligência santificadora

• Parte do Corpo Físico: Ossos e dentes
• Número: 3

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.