Numa altura em que a fotografia a cores ainda era uma novidade que suscitava curiosidade, foram muitos os fotógrafos que tiraram partido desta inovação para retratar a realidade que os rodeava. Denis Fraevich, um norte-americano descendente de russos residente em Nova Iorque, tem, nos últimos anos, reunido uma coleção de imagens surpreendente. "Descobri-as em leilões, mercados de rua e em quintais", revelou a um popular site.

"Digitalizei-as e publiquei-as na internet", afirma o colecionador. Embora seja considerada uma época de prosperidade e de felicidade social, foi também uma altura marcada pela segregação social, pelas ameaças nucleares e pelo início da guerra fria. Imagens de um tempo muito diferente dos dias de hoje, a começar pelo aspeto físico das pessoas. "É impressionante a quantidade de vezes que os carros aparecem", sublinha.

"A vida feliz de alguém, os sonhos de outros, eventos importantes, férias e viagens, por alguma razão, foram parar ao lixo ou acabaram nas vendas de rua que muitos bairros organizam. Assistir a isso é incrivelmente triste mas, graças aos entusiastas que compram e digitalizam [as fotografias], podemos levantar a cortina do tempo e revisitar essa era através dos olhos de americanos extraordinários", defende Denis Fraevich.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.