Ao intervir na Austrian World Summit, uma cimeira ambiental que organizou, Schwarzenegger apelou aos governos para “não investirem no passado” e tomarem, em vez disso, “decisões viradas para o futuro”.

As verbas para a recuperação económica “são tão grandes que conseguem refazer sociedades”, considerou, destacando que representam “uma tremenda oportunidade”.

“Quando ouvimos dizer que os governos querem gastar dinheiro a salvar os combustíveis fósseis, devemos perguntar-nos: se os investidores já não apoiam estas empresas em declínio, porque é que os contribuintes hão de o fazer?”, afirmou numa declaração na cimeira virtual.

Schwarzenegger, que depois de deixar o cargo político se tem manifestado pelas causas ambientais, afirmou que “os governos têm que perceber o que os investidores inteligentes sabem instintivamente, que não se pode investir no passado”.

Os investimentos, defendeu, devem ser dirigidos para a construção de edifícios com mais eficiência energética, resistentes às intempéries, eletrodomésticos mais eficientes, carros que usam combustíveis alternativos, e para a plantação de árvores.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.