“Os extremos climáticos continuam a ocorrer e os ciclones tropicais continuam a aumentar”, disse o diretor dos Serviços Meteorológicos e Geofísicos (SMG), Leong Weng Kun.

No ano passado, Macau registou oito ciclones tropicais, dos quais dois foram classificados como tufão forte.

“A estação chuvosa deste ano [abril-setembro] vai ser caracterizada por temperaturas normais a altas e precipitações normais a altas, com a possibilidade de chuvas extremamente fortes”, acrescentou Leong.

No ano passado, o território registou 35 tempestades e uma temperatura média de 23,5º Celsius, no segundo ano mais quente desde 1952, indicou o diretor dos SMG.

Um ciclone tropical é uma tempestade com origem em oceanos tropicais quentes. Na Ásia é chamado tufão e no oceano Atlântico de furacão ou tufão.

Em setembro de 2018, a passagem do tufão Mangkhut por Macau causou 40 feridos.

Um ano antes, em agosto, o tufão Hato, posteriormente denominado de Yamaneko pelas autoridades locais, deixou dez mortos e 240 feridos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.