O neuroma de Morton é uma condição definida por dor e sensação de corpo estranho ao nível da parte da frente do pé. A dor geralmente assemelha-se a um choque eléctrico, sensação de formigueiros ou de queimação e ocorre predominantemente no espaço entre o 2º e o 3º dedos.

Esta patologia, que atinge maioritariamente mulheres, é causada por uma compressão dos nervos que se localizam entre os dedos dos pés. Assim, a dor agrava com a carga e com a utilização de calçado justo, bicudo, apertado à frente, e alivia com a remoção do calçado e com massagem do pé.

Para se fazer o diagnóstico é solicitado um raio-X, para visualização da estrutura e forma óssea do pé, e uma ecografia ou ressonância magnética, que identifica o neuroma de Morton e avalia a eventual presença de outras patologias associadas.

A primeira opção do tratamento passa por adoptar calçado amplo, largo à frente, com sola rígida e apoio metatársico almofadado. Pode ser feita uma infiltração na zona dolorosa com um anestésico local ou com um corticoide por forma a aliviar a sintomatologia.

O tratamento definitivo corresponde à neurectomia, ou seja, à remoção cirúrgica do nervo atingido.

As explicações são do médico João Protásio, especialista em pés e tornozelos na clínica Paincare de Lisboa.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.