18 de junho de 2014 - 14h11
O vírus ébola matou 337 pessoas em três países africanos - Guiné-Conacri, Serra Leoa e Libéria - desde o início de janeiro, anunciou esta quarta-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS).
Os números da organização das Nações Unidas, com sede em Bruxelas, mostram um aumento do número de vítimas de 60% em 15 dias em relação ao balanço de 208 mortos divulgado pela OMS em 4 de junho.
Os primeiros e únicos casos de febre hemorráfica causada pelo ébola na África Ocidental foram registrados em 1994 na Costa do Marfim.
Não existe vacina nem tratamento específico para a infeção. A propagação do vírus dá-se pelo contato direto com pessoas infetadas.
O vírus ébola foi isolado pela primeira vez em 1976 ao norte do antigo Zaire, agora República Democrática do Congo.
Até então, os cientistas haviam identificado cinco estirpes diferentes, especialmente presentes na África Central. Agora, há seis.
Por SAPO Saúde com AFP

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.