O que são os testes rápidos de antigénio?

Os testes rápidos de antigénio são testes com um desempenho diferente dos testes moleculares (PCR).

Para haver confiança no resultado dos testes rápidos de antigénio é preciso que quem os realiza tenha elevada probabilidade de ter COVID-19.

Um resultado negativo numa pessoa com forte suspeita de ter COVID-19 não dispensa a realização de teste molecular para confirmação.

Quando deve utilizar-se um teste rápido?

Há dois contextos em que devem aplicar-se:

- Em pessoas com sintomas nos primeiros 5 dias de sintomas;

- Em pessoas que tenham contactos de alto risco.

Os testes podem ainda ser usados em situações de surto e no rastreio periódico de profissionais de saúde.

Quem pode pedir o teste?

Os testes devem ser realizados por indicação médica e por profissionais de saúde qualificados.

Os profissionais devem registar os resultados.

Só assim se garante a vigilância epidemiológica da COVID-19 em Portugal.

Qual a principal vantagem destes testes?

Permitem obter um resultado mais rápido.

Permitem implementar precocemente medidas de saúde pública.

As informações são da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.