Foram também identificados mais 630 pessoas infetadas desde o dia interior, elevando o número total de casos de contágio confirmados para 44.517.

Na terça-feira tinham sido contabilizadas mais 155 mortes e 581 novos infetados relativamente à véspera no balanço diário do governo, que apenas tem em conta os casos confirmados por teste.

De acordo com estatísticas que incluem os casos suspeitos onde o coronavírus é mencionado nas certidões de óbito, o número de mortes é superior a 55 mil.

Uma petição iniciada por familiares de vítimas angariou mais de 100 mil assinaturas em apoio a um inquérito sobre a forma como o Governo geriu a crise, apesar de o primeiro-ministro, Boris Johnson, ter para já descartado uma iniciativa deste tipo.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 544 mil mortos e infetou mais de 11,85 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.