A informação foi confirmada à agência Lusa por fonte da direção da bancada do PS, na véspera do debate dos dois diplomas, na Assembleia da República.

À direita, o CDS-PP já anunciou o seu voto contra e o PSD não disse ainda como vai votar.

À esquerda, PCP (15 deputados) e PEV (dois deputados) também não informaram sobre o seu sentido de voto.

As bancadas do PS, do PSD e do PCP têm previstas reuniões de bancada na quinta-feira de manhã.

Os diplomas do Bloco de Esquerda e do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) preveem que a prescrição da canábis seja feita através de receita médica, identificando-se o médico e o doente, e que seja fornecida numa farmácia.

Os dois projetos admitem, igualmente, o auto cultivo da planta, em quantidade limitada e pelo paciente, mediante autorização das entidades oficiais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.