Em média, desde 2010, houve 35 médicos e familiares a beneficiar anualmente da ajuda do Fundo de Solidariedade, por falta de meios de subsistência.

A notícia é avançada pelo jornal i.

A Ordem dos Médicos (OM) foi chamada a socorrer quase 40 profissionais ou familiares por dificuldades financeiras só em 2015. Desde 2010 que este organismo não atendia tantos pedidos num só ano.

O Fundo de Solidariedade é acionado pela Comissão de Gestão do Fundo de Solidariedade da Ordem dos Médicos quando existem "indícios comprovados de situação económica difícil ou de privação de meios de subsistência", escreve o referido jornal.

Podem solicitar ajuda os "médicos inscritos na OM, descendentes e conjugues não separados judicialmente de pessoas e bens que, com aqueles, vivam em união de facto na data do falecimento e em situação de dependência e enquanto esta se mantiver".

No entanto, a Ordem dos Médicos alerta que o Fundo de Solidariedade começa a ficar sem recursos para responder às necessidades.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.