Já passaram três meses desde o último alerta da Ordem do Médicos e nada mudou.

"A partir da meia noite ou da uma da manhã, não há radiologistas em presença física nos Serviços de Urgência", diz Miguel Guimarães, bastonário da Secção Regional Norte da Ordem dos Médicos, à rádio Antena 1.

"O que significa que em todo o Norte do país, a partir dessa hora, não há acesso ao principal meio de diagnóstico que é utilizado em contexto de serviço de urgência que é a ecografia", lamenta o médico.

O Bastonário avisa que esta situação é grave e diz que é preciso contratar técnicos especializados nesta área, seja onde eles estiverem.

"É importante rapidamente corrigir esta situação. Se não há radiologista suficientes, temos de os contratar", alerta, sugerindo novas medidas para recuperar os especialistas que abandonaram o Serviço Nacional de Saúde para o privado.

O Ministério da Saúde diz estar a fazer o levantamento das áreas de saúde com maiores carências, refere a mesma rádio.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.