Produzidos por uma companhia chamada MosquitoMate, com sede no Kentucky, no sudeste dos Estados Unidos, estes mosquitos não são geneticamente modificados, mas estão infetados com uma bactéria chamada Wolbachia que afeta só os insetos e ataca o seu sistema reprodutor.

A mordedura destes 10 animais pode matá-lo em minutos
A mordedura destes 10 animais pode matá-lo em minutos
Ver artigo

E não picam, porque são todos machos. "Não os magoem", insiste Philip Stoddard, presidente da câmara de South Miami.

O Departamento de Saúde da Florida aprovou o financiamento deste projeto no valor de 4,1 milhões de dólares, depois de South Miami dar luz verde em 2016 a uma resolução que a autoriza a contratar os serviços de MosquitoMate.

A previsão é soltar estes pequenos insetos paulatinamente até completar um total de 670 milhões espécimes em julho. "Infetamo-los com Wolbachia", explica Patrick Kelly, gerente de operações da MosquitoMate. "Não há químicos, não há modificação genética, é tudo biológico e seguro para o meio ambiente e não tem consequências para outros insetos, humanos ou animais de estimação".

Aedes aegypti, uma espécie exótica

A ideia é que, após copularem, os mosquitos infetados não deixem descendência. Esta tecnologia, desenvolvida há cinco anos pela MosquitoMate, "reduz a população de espécies de mosquitos que transmitem os vírus do zika ou do dengue", disse Patrick Kelly à agência de notícias France Presse.

E o Aedes aegypti é uma espécie exótica, acrescentou, de modo que se desaparecer completamente não afetará o ecossistema autóctone da Florida.

Veja tambémEstes são os 12 vírus mais perigosos do mundo

"O nosso objetivo é destruir a população de Aedes aegypti em South Miami", confirmou o autarca, Philip Stoddard. "Se tivermos resultados, o próximo passo será fazer isto numa zona muito mais ampla".

O dengue é uma doença potencialmente mortal na sua versão hemorrágica e o zika é um vírus que pode causar microcefalia nos fetos de progenitoras infetadas, assim como Síndrome de Guillain-Barré em crianças e adultos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.