Numa nota publicada na página da Internet, o INEM aproveita o Dia Europeu 112 para dar conta que, em 2017, foram atendidas pelos CODU do INEM 1.368.141 chamadas de emergência transferidas pelo 112.

O atendimento destas chamadas deu origem ao acionamento de 1.269.196 meios de emergência, desde ambulâncias motas de emergência, viaturas médicas de emergência e reanimação e helicópteros, adianta aquele instituto.

Estas são as 10 formas mais embaraçosas de ir parar a um hospital
Estas são as 10 formas mais embaraçosas de ir parar a um hospital
Ver artigo

Na nota, o INEM recorda que os portugueses podem ligar para o número de emergência 112, seja em situações de assaltos ou roubos, incêndios, acidentes ou doenças súbitas.

As chamadas efetuadas para o 112 são sempre atendidas numa central de emergência por agentes da Policia de Segurança Pública e militares da Guarda Nacional Republicana, que canalizam para os CODU do INEM as chamadas que à saúde digam respeito.

O INEM refere que a colaboração dos cidadãos “é absolutamente fundamental para um rápido e eficaz socorro às vítimas”, que devem informar de “forma simples e clara” a localização exata, o número de telefone do qual está a ligar, tipo de situação, número, sexo e idade aparente das pessoas a necessitar de socorro, as queixas principais e as alterações que observa.

O Número Europeu de Emergência 112 foi criado em 1991 e desde 2008 passou a ser o único número de emergência que pode ser usado de qualquer telefone fixo, móvel ou público em todos os países da União Europeia gratuitamente.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.