A União de Sindicatos de Setúbal anunciou que a greve desta sexta-feira (29.07) dos enfermeiros teve uma adesão superior a 82% nos hospitais da região, referindo que também os centros de saúde foram afetados.

Segundo a União de Sindicatos, no hospital do Barreiro a adesão à greve no turno da noite foi de 94,3%, enquanto no turno da manhã foi de 88,8%, enquanto no hospital do Litoral Alentejano a adesão foi de 83,3% no turno da noite e de 93,2% no turno da manhã.

Já o hospital de Setúbal registou 61,3% no turno da noite e 75,5% no turno da manhã, enquanto o Outão apresentou números de adesão de 83,3% e 93,2%.

O documento refere que o hospital Garcia de Orta, em Almada, registou uma adesão de 87,2% no turno da noite, enquanto o hospital do Montijo teve 75% de adesão no mesmo período.

"A greve que os enfermeiros estão hoje a realizar regista uma elevada adesão no distrito de Setúbal, afetando os serviços em muitos hospitais e centros de saúde. Nos centros de saúde do distrito a adesão registada obrigou ao encerramento de vários centros de saúde, registando ainda adesões de 80% em muitos outros", refere a União de Sindicatos de Setúbal.

Os enfermeiros cumprem hoje o primeiro dia de greve a nível nacional, depois de na quinta-feira terem estado em paralisação em cinco distritos.

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses exige retomar das negociações sobre as 35 horas de trabalho para todos e emitiu já pré-avisos para novas greves em agosto.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.