“Estas vacinas de dose única irão permitir ao Ministério da Saúde proteger mais moçambicanos contra o vírus e atingir rapidamente os seus objetivos da campanha nacional de vacinação”, destacou em comunicado.

Com esta remessa, as doações dos EUA ascendem a mais de 4,3 milhões de doses da vacina Johnson & Johnson entregues a Moçambique, acrescentou.

“Cerca de 80 milhões de dólares em assistência do Governo dos EUA” para combater a covid-19 no país lusófono “incluem o fornecimento de suprimentos”, a melhoria da “capacidade dos laboratórios e instalações de saúde” bem como apoio à distribuição da vacina.

Desde o início da campanha de vacinação em 08 de março de 2021, já foram vacinadas em Moçambique um total de 11,8 milhões pessoas, das quais 10,2 milhões estão “completamente vacinadas contra a covid-19”, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

Atualmente, a cobertura nacional de vacinação situa-se em 67,5%, acrescentou.

Moçambique tem um total acumulado de 2.189 mortes e 224.719 casos de covid-19, dos quais 97% recuperados da doença.

A covid-19 provocou pelo menos 5.813.329 mortos em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

A variante Ómicron, que se dissemina e sofre mutações rapidamente, tornou-se dominante no mundo desde que foi detetada pela primeira vez, em novembro, na África do Sul.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.