Em apenas um dia houve mais cinco mortos confirmados, face ao último balanço, feito no dia 19, em que o número de mortos era 1.218.

Desde o início da epidemia, declarada em agosto de 2018 na República Democrática do Congo, o número de infetados é de 1.847, dos quais 1.135 foram confirmados laboratorialmente, 88 são suspeitos, enquanto 487 pessoas já foram curadas.

De acordo com o Ministério da Saúde, há 292 casos suspeitos sob investigação e cinco novos casos confirmados em várias localidades da província de Kivu Norte: três fora dos centros de tratamento, dois em Butembo e um em Mussienene.

Dos cinco mortos confirmados, três foram fora dos centros de tratamento – dois em Butembo e um em Mussienene – e ainda dois no centro de tratamento de Beni.

Segundo a mesma fonte, já houve três pessoas curadas nos centros de tratamentos: duas em Butembo e uma em Katwa.

Um funcionário da saúde em Masereka, vacinado, é um dos casos confirmados com o vírus do Ébola.

O número total de casos confirmados/prováveis entre profissionais da saúde é de 104, o que equivale a 5,6% de todos os casos confirmados/prováveis, incluindo 34 mortos.

A República Democrática do Congo já foi atingida nove vezes pelo Ébola, depois da primeira manifestação do vírus no país africano, em 1976.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.