A última vez que a ilha diagnosticou um caso com origem local foi em 12 de abril. Desde então, as únicas infeções registadas provinham de pessoas chegadas do estrangeiro, os chamados casos “importados”.

Taiwan impõe uma quarentena de 14 dias para todas as pessoas que chegam ao território.

Desde o início da pandemia, Taiwan diagnosticou 522 infeções pelo novo coronavírus, que provocaram sete mortes.

O sucesso da ilha no combate à doença tem sido atribuído à resposta rápida das autoridades, que começaram no final de dezembro a medir a temperatura dos passageiros provenientes de Wuhan, a cidade chinesa onde a doença terá começado, tendo proibido a sua entrada a partir de 21 de janeiro.

Apesar do baixo número de infeções, a imprensa local tem questionado casos de residentes que tiveram resultado positivo no teste à covid-19 depois de saírem do território.

Na quarta-feira, Taipé informou que as autoridades do Japão e da Tailândia diagnosticaram infeções em três pessoas que deixaram recentemente a ilha.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 44 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.