“Durante este fim de semana comecei a sentir algum mal-estar e hoje recebi o diagnóstico de que fui contagiado com covid-19″, indicou Hernández, numa declaração divulgada nos meios de comunicação locais na terça-feira.

O chefe de Estado, de 51 anos, informou que tem “sintomas leves” e que vai continuar a exercer as funções presidenciais, através de teletrabalho.

O Presidente das Honduras e a mulher são o primeiro casal presidencial na América Latina a contrair a doença.

Desde o início da pandemia, as Honduras registaram mais de 9.600 casos de infeções e 330 mortes.

A nível global, a doença já provocou mais de 438 mil mortos e infetou mais de oito milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.