Na quinta-feira da semana passada ocorreram 201 óbitos e menos quatro mil infeções.

Por isso, o RKI voltou a alertar que a interpretação destes últimos dados deve ter em linha de conta que nos feriados da Páscoa, em regra, as pessoas recorreram menos aos serviços médicos tendo-se realizado menos testes do que é habitual.

No último balanço é preciso também considerar que as autoridades regionais não comunicaram diariamente os contágios confirmados.

No total da Alemanha, a incidência acumulada em sete dias caiu para 105,7 novos casos por 100 mil habitantes, face a 110,1 na quarta-feira e 132,4 na semana passada.

O fator semanal de reprodução (R) está em 0,76, o que implica que cada 100 infetados contagiam, em média, 76 pessoas.

Desde o início da pandemia morreram no país 77.707 pessoas e somam-se, no total, 2.930.852 casos.

O RKI estima que há 221.800 casos ativos atualmente na Alemanha.

Nas unidades de cuidados intensivos foram internados na quarta-feira 4.439 doentes com covid-19 – 84 mais em 24 horas -, dos quais 2.478 precisam de respiração assistida, de acordo com a Associação Interdisciplinar Alemã de Cuidados Intensivos e de Medicina de Urgência (DIVI).

Nas últimas 24 horas, 116 pessoas morreram nas unidades de cuidados intensivos.

Até hoje, 4.633.859 pessoas receberam as duas doses da vacina contra o SARS CoV-2 (5,6% da população) e 10.800.637 uma dose do composto (13% da população).

Nas últimas 24 horas, 227.128 habitantes receberam a primeira dose da vacina e 94.911 foram inoculados com a segunda dose.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.