No âmbito da 5.ª edição da conferência “O Nosso Oceano”, que decorre entre hoje e quarta-feira em Bali (Indonésia), o executivo comunitário assumiu 23 novos compromissos para melhorar o estado dos oceanos e revelou que vai canalizar 300 milhões de euros para projetos para combater a contaminação por plásticos, para melhorar a sustentabilidade da economia azul, assim como a investigação e a vigilância marítima.

10 coisas que faz na casa de banho e que não devia
10 coisas que faz na casa de banho e que não devia
Ver artigo

“O estado dos nossos oceanos exige que uma atuação decidida a nível global. Com os seus 23 novos compromissos, a UE continua envolvida na luta por conseguir oceanos seguros, protegidos, limpos e geridos de forma sustentável. Nenhum país pode, por si próprio, ter sucesso nesta missão, que exige determinação, perseverança e colaboração dentro e fora da UE, e é com este propósito que hoje renovamos o nosso compromisso de proteger os nossos oceanos”, declarou a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini.

Aumentar a sustentabilidade

Entre outras medidas, Bruxelas vai dedicar 100 milhões de euros a projetos de investigação e desenvolvimento para combater a contaminação por plásticos e 82 milhões de euros à investigação marinha e marítima, nomeadamente para avaliar os ecossistemas, cartografar o fundo do mar e desenvolver sistemas de aquacultura inovadores.

A nova iniciativa da Comissão Europeia inclui também um investimento de 18,4 milhões de euros para estimular a economia azul europeia a tornar-se mais sustentável.

10 coisas perigosas que põe no lixo (e não devia)
10 coisas perigosas que põe no lixo (e não devia)
Ver artigo

O sistema de emergência da União Europeia (UE) de navegação por satélite será reforçado com 12,9 milhões, destinados à segurança marítima e à investigação voltada para os serviços ambientais costeiros, uma verba à qual se somam os 27 milhões de euros dos fundos já direcionados para o Copernicus na conferência “O Nosso Oceano” de 2017.

Com o seu sistema de monitorização marítima, o Copernicus tem desempenhado um papel muito importante nos compromissos da UE para reforçar a segurança marítima e a aplicação da legislação.

A verba hoje anunciada junta-se aos mais de 550 milhões de euros que a UE prometeu no ano passado, quando foi anfitriã da conferência em Malta.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.