O médico, que preside ao Centro Brazelton em Portugal, classificou a morte de Berry Brazelton, ocorrida terça-feira, como uma “perda tremenda para todas aqueles que tiveram o privilégio de aprender e difundir o seu alvo de intervenção”, disse à Lusa.

Autor de inúmeras obras literárias, nomeadamente “O grande livro da criança”, Brazelton foi “um criador de qualquer coisa fundamental como a avaliação comportamental «touchpoints» para fortalecer os primeiros laços de paixão da família pelo bebé”.

O modelo «touchpoints» consiste numa abordagem teórica e prática de um modelo de desenvolvimento perspetivado em torno de momentos chave, focado no bebé/criança e centrado na família, que visa potenciar a competência parental na construção da relação pais-filhos e criar uma aliança entre os pais e os profissionais que fazem parte do seu sistema.

Em Portugal

Em Portugal, o modelo já é aplicado por vários pediatras e Gomes Pedro, que preside a um centro Brazelton, inaugurado pelo próprio, acredita que existem “ótimos profissionais” com capacidade para o desenvolver.

Para o médico português, Brazelton “demonstrou que o desenvolvimento humano não é uma trajetória meramente linear, mas de patamares, socalcos, correspondentes a crises e respetiva reorganização, por parte do bebé e da família”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.