O adesivo Neolastim contém uma substância que ajuda o corpo a produzir mais glóbulos brancos, contrariando assim os efeitos provocados pela quimioterapia, que, em grande parte dos casos, promove uma redução do número de glóbulos brancos, condição designada por neutropenia, tornando os doentes mais vulneráveis a infeções e outras doenças.

O Neolastim é aplicado na derme pelo médico um dia após as sessões quimioterapia e injeta automaticamente na pele a dosagem necessária (27 horas depois do tratamento), exatamente quando o paciente necessita desse reforço.

Publicado por PIPOP

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.