O SUP Yoga (Stand Up Paddle + Yoga) nasceu das mãos da californiana Sarah Tiefenthaler, que decidiu combinar os efeitos benéficos do Yoga com os da água (seja na praia, num lago ou até mesmo em piscinas). Lia Coldibelli, paulista de gema, praticante e apaixonada pelo mar, encontrou nos vídeos, que Sarah colocou no Youtube, a inspiração que precisava. Aprendeu e praticou sozinha e quando, em 2015, se mudou para Portugal em busca de uma nova vida, trouxe consigo esses mesmos ensinamentos que hoje aplica na escola SUP com Alma, na Praia da Conceição, em Cascais.

Mas vamos a coisas práticas. Como funciona o SUP Yoga? Pois bem, primeiro tem de saber as bases do SUP para poder chegar ao local onde terá a aula propriamente dita. E o exercício começa logo aqui.

Uma vez no mar, a instrutura prende as pranchas a uma plataforma, todos/as se colocam em posição e inicia-se a aula com uma saudação ao sol. Parece simples, mas não é assim tão fácil porque não deixamos de estar numa base instável, dentro de água, em cima de uma prancha. O segredo é “sair do mental e deixar-se levar”, explica Lia. “Às vezes o foco na postura não te deixa viver a experiência como um todo, que é o que é bonito”, acrescenta.

SUP Yoga
créditos: SUP com Alma

Não tenha receio se nunca fez Yoga porque as poses não são complicadas e há sempre alternativas. Há um respeito pelos limites de cada um. “O que eu entrego é uma coisa. O que você recebe é outra. É uma experiência muito individual e pessoal”, acrescenta Lia. Por outro lado, para quem faz Yoga regularmente, esta pode ser uma prática complementar e talvez por isso já “muitos instrutores da modalidade procurem a SUP com Alma para levarem os seus alunos para uma experiência diferente e enriquecedora”, diz Lia.

O ponto comum a todos, experientes ou não, é o equilíbrio. E para um bom equilíbrio, todos os músculos devem estar envolvidos no processo, mesmo aqueles que não sabia que tinha (acredite que os vai sentir a todos no dia seguinte). Isto significa que a prática desta técnica também remodela completamente o corpo, das pernas às nádegas, do abdómen aos braços.

No final da sessão, o momento mais emotivo: “Tem gente que chora, principalmente no momento da gratidão do dia. Muitos apenas estão gratos por simplesmente estarem ali, outros pensam na vida. A pessoa se emociona e chora”, revela Lia. E, de facto, para quem lá está é um momento único, uma experiência a não perder.

A equipa do SUP com Alma diz que tem “a alma salgada e o coração doce. A combinação perfeita para o levar a uma experiência inesquecível através da prática do Stand up Paddle e do Yoga” e têm a porta aberta para quem quiser experimentar, iniciantes ou avançados.

Uma aula individual de SUP Yoga custa 35€ e tem a duração de 1h mas há várias opções para todos os gostos, dos mais tranquilos aos mais radicais. As marcações podem ser feitas através do site da escola ou na Praia da Conceição.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.