Prato regional que remonta ao tempo em que os campinos e camponeses, em trabalho na Lezíria, se ausentavam das suas casas vários dias, o Torricado de bacalhau assado, faz-se com o dito, pão, alho e azeite. Sobre as brasas, preparava-se uma simples refeição no campo. Prática que acabou por migrar para a cozinha doméstica e, mais tarde, para a restauração.

Até 1 de novembro, os restaurantes do concelho de Azambuja homenageiam este, entre outros, pratos do receituário local. Uma vez mais realiza-se a iniciativa “A Gula - à mesa dos restaurantes do concelho”.

São 12 os restaurantes das freguesias de Alcoentre, Aveiras de Cima, Azambuja e Vila Nova da Rainha, que responderam afirmativamente ao desafio deixado pelo município, apresentando nas ementas o Torricado, assim como outros pitéus daquele território ribatejano. Não faltam, a acompanhar os pratos, sugestões de vinhos do concelho.

a gula
Um dos pratos apresentados nesta jornada gastronómica no Ouro Hotel, Azambuja. créditos: C.M.Azambuja

Participam na iniciativa os seguintes estabelecimentos: Aveiramariscos, Genuinu´s, Oficina dos Sabores, Sabo Frango, Varela Grill (Aveiras de Cima), Flor de Sal, Ouro Hotel, Sabor d´Oliva, Totila (Azambuja), O Velhote (Vila Nova da Rainha), Ponderosa (Alcoentre), Sabores da vila (Vila Nova da Rainha).

De acordo com o município de Azambuja “a iniciativa está pensada de acordo com as recomendações das autoridades de saúde no combate à pandemia COVID-19. Por essa razão, devido às limitações de espaço e não só, ao contrário do que era hábito, não haverá os momentos musicais que animavam alguns almoços e jantares durante o evento”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.