Fundada na Place Vendôme, onde cintila desde 1906, a Maison de Alta Joalharia inaugura a sua nova morada em Lisboa, num edifício histórico da Avenida da Liberdade.

A cerimónia de abertura oficial, que decorreu na passada semana, contou com as presenças de Fernando Medina, Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Guy Chatillon, Presidente para a Europa, CEI e Médio Oriente da Van Cleef & Arpels, Salomão Kolinski, Presidente do Grupo Tempus e David Kolinski, CEO do Grupo Tempus.

Inauguração Van Cleef & Arpels
Fernando Medina, Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Guy Chatillon, Presidente para a Europa, CEI e Médio Oriente da Van Cleef & Arpels, Salomão Kolinski, Presidente do Grupo Tempus e David Kolinski, CEO do Grupo Tempus. créditos: Van Cleef & Arpels

Situada no coração desta elegante avenida de Lisboa, a boutique tem uma localização privilegiada num sofisticado espaço de 200 m2, entre uma reputada alfaiataria e outras marcas de prestígio. Com amplas vitrinas com vista para a rua, com a típica calçada portuguesa, este espaço acolhedor e requintado abre-se para a avenida, ladeada por árvores centenárias.

Organizada num belo piso térreo, a boutique é composta por uma série de salões arejados, decorados nas tonalidades de bege e dourado que contrastam com o mobiliário preto mate de inspiração Art Déco.

O espaço, que se desdobra em profundidade, convida o visitante a descobrir as criações da Van Cleef & Arpels, ao ritmo das vitrinas e dos salões, separados por painéis decorados com folha de ouro.

Veja fotos da loja:

A utilização de Materiais como madeiras exóticas, couro, seda e linho contribuem para o charme e para a delicadeza da boutique, cujo ambiente acolhedor evoca um apartamento particular com mobiliário sóbrio e despojado, adornado com tapetes macios. Os delicados acordes entre os materiais preciosos e a palete de bege e ouro compõem esta harmonia serena e única, caraterísticas dos espaços de venda da Van Cleef & Arpels.

Na ampla sala de entrada, o lustre Véronèse, fabricado à medida pelos mestres vidreiros de Murano, contrasta com o piso escuro e aos delicados padrões de lã e seda que o revestem o chão. Os espaços generosos, mobilados com sofás fundos, confortáveis poltronas, mesas baixas e as pequenas luminárias de inspiração estética Art Déco contribuem para a serenidade que reina em toda a boutique.

Para se integrarem na decoração do salão, as criações são apresentadas em vitrinas forradas em verde-escuro, enquanto algumas peças são majestosamente colocadas sob redomas transparentes.

A entrada, que se prolonga por um segundo espaço de descoberta, abre-se para dois salões de pequenas dimensões, separados por uma parede comum. Um destes boudoirs dedicado ao Temps Poétique, reúne as criações de assinatura relojoeiras da Maison Van Cleef & Arpels, como os relógios Complications Poétiques ou a linha Charms, enquanto o salão adjacente acolhe na sua vitrina a coleção Alhambra, um dos ícones da Maison.

Para preservar o sentido de profundidade de toda a boutique, respeitando a privacidade dos diferentes salões, os espaços são discretamente separados por biombos decorativos, inspirados no motivo Claire-voie de estilo Art Déco, que surge mais notavelmente numa Minaudière de 1937. Adornados com desenhos geométricos abertos, pontuam graciosamente os espaços da boutique.

Depois de um último e amplo espaço de venda, a visita completa-se com o salão Poétique. Este salão VIC (very important client), reservado e resguardado dos olhares por trás dos seus elegantes biombos, acolhe os clientes para uma verdadeira imersão no universo poético da Maison Van Cleef & Arpels, através dos temas que lhes são mais queridos. Desenvolvido em exclusivo pela Maison, a janela virtual abre- se sobre um jardim arbóreo, onde borboletas esvoaçantes prolongam a magia deste local sereno, decorado com tonalidades pastel.

Para assegurar um toque pessoal à boutique e proporcionar aos seus visitantes uma experiência inesquecível à medida de toda a cordialidade da Maison, junto à parede do pequeno salão Alhambra encontra-se um bar para saciar a sede dos visitantes. Decorado com Azulejos, fabricados a partir de desenhos de arquivo com motivo Van Cleef & Arpels ao estilo Art Déco, mescla a cultura joalheira e o savoir- faire local das célebres cerâmicas portuguesas.

Nos últimos anos, a dimensão das lojas localizadas nas principais capitais tem crescido de forma a enriquecer a experiência do cliente. Espaçoso e luminoso, o novo espaço de Lisboa abre uma janela para o mundo encantado da Van Cleef & Arpels.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.