A boneca, baseada na famosa personagem criada pelo cartoonista José Guadalupe Posada em 1912, é "uma homenagem ao México, às suas tradições e ao seu povo", de acordo com a Mattel, fabricante do brinquedo.

O exemplar, cujo preço chega a cerca de 87 dólares (78 euros), usa um vestido decorado com flores coloridas e, nos seus longos cabelos pretos com madeixas azuis, borboletas-monarca e uma flor cempasuchil.

"A boneca foi desenhada com muito amor pela tradição, porque o designer, Javier Meabe, tem raízes mexicanas e conhece a importância deste feriado", explicou Cristina Lorenzo, vice-presidente de marketing da Mattel México.

A festa do Dia dos Mortos, realizada a 1 e 2 de novembro, foi nomeada Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO em 2003.

O vestido da "Catrina" foi inventado pelo pintor mexicano Diego Rivera em 1947 para o mural "Sonho de uma tarde de domingo na Alameda".

A Barbie Dia dos Mortos é a terceira boneca inspirada em mulheres mexicanas, depois das edições dedicadas à famosa pintora Frida Kahlo e à golfista Lorena Ochoa lançadas em março.

A boneca em homenagem a Kahlo não foi vendida no México porque a família da artista não ficou satisfeita com a imagem, considerando que a estética incorporada na figura não correspondia à imagem da pintora.

Parabéns Barbie! Boneca mais famosa do mundo completa 60 anos
Parabéns Barbie! Boneca mais famosa do mundo completa 60 anos
Ver artigo

A Barbie completa 60 anos este ano e, desde a sua apresentação no New York Toy Salon, em março de 1959, vendeu mais de mil milhões de exemplares.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.