Sendo que, por norma, oferecemos presentes às pessoas mais próximas e queridas, é perfeitamente normal que gostemos que estes sejam especiais e, sendo este um mês de grandes gastos, que o dinheiro seja bem empregue.

Este ano, inspirada por muitas das partilhas feitas por “influenciadoras” empenhadas em transmitir ideias de consumo sustentável e ponderado, decidi que, dentro dos possíveis, vou oferecer experiências em vez de peças físicas.

Eis alguns exemplos: viagens (através de gift cards de companhias aéreas), bilhetes para concertos ou festivais (um Pass para o Alive é sempre bem-vindo para estes lados!), um dia num Spa e, claro, bilhetes para jogos de futebol (ou qualquer outro desporto que seja apreciado pela pessoa em questão).

Para “presentes físicos”, a minha ideia passa pelo mercado nacional. Seja na área de decoração ou moda (e não só), existem muitas marcas portuguesas que valem muito a pena, pois para além de terem peças muito mais especiais estamos a apoiar a nossa indústria.

Dou alguns bons exemplos:

  • Para elas deixei várias sugestões neste artigo.
  • Para os mais pequenos temos a Pick a Pic, uma marca nacional extremamente bem feita. Sou muito, muito fã.
  • Para eles temos a Isto.pt, uma marca de clássicos bem feitos e a um preço acessível face à qualidade.

Por final, deixo os conselhos chave (que nunca são demais relembrar): não percam a cabeça (é fácil sentirmo-nos em esteróides do espírito consumista e o intuito da época não é bem esse), pensem sempre bem a quem vão oferecer algo e, acima de tudo, passem tempo de qualidade com essas mesmas pessoas.

Veja mais dicas de moda em Xanalicious.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.